Retrato Corporativo: como fazer (parte 02/03)

As soluções para os desafios de iluminação para Retrato Corporativo

Ok. Digamos que você levou um tempo para posicionar o sujeito na locação e que está muito contente com a composição. O fundo suporta a história da foto; não há nenhum poste crescendo atrás da cabeça do sujeito; o corte parece balanceado; e acima de tudo você pensa que será possível utilizar isso em seu portfólio. Mas há um pequeno problema: a iluminação está terrível. O sujeito está iluminado com uma luz de cima e direta e fazendo com que os olhos parecem de algum Neandertal. Então isso fará parte do portfólio… Não tão rápido. Em casos como esse você tem várias opções e uma delas irá garantir uma foto belamente iluminada.

Todas as opções de iluminação abaixo são todas validas e eu as usei durante anos. Não me sinto orgulhoso disso, mas, em algum momento, eu usei todas. Espero que possa te salvar algum tempo em sua curva de aprendizado lhe explicando o que NÃO fazer.

Opção de iluminação para Retrato Corporativo #01 – Viva com a luz ruim

Ninguém quer fazer aquilo…? Sei que fotógrafos fazem isso sempre… Na verdade, muitos fotógrafos não sabem a diferença entre uma boa e péssima iluminação. Se você não sabe qual é a diferença, pare de ler agora. Se conseguir diferenciar, ou possivelmente consegue, você irá querer saber como melhor iluminar ao utilizar uma ou outra opções de iluminação listadas abaixo.

Opção para iluminação para Retrato Corporativo #02 – Ajuste a composição um pouco para conseguir uma melhor iluminação

Uma outra possível solução seria ajustar a composição e obter o equilíbrio entre composição e iluminação. Você talvez perceba que se mover a câmera e o sujeito um pouquinho só, você obterá um resultado similar, mas não será exatamente o que você quer. Porque fazer isso? Porque não pegar um tempo para fazer o correto? A resposta é “TEMPO”. Soluções geralmente demandam tempo e às vezes fotógrafos não tem tempo para iluminar algo do jeito que quer. Tempo é uma desculpa válida se tem compromisso com o orçamento, mas preguiça não. Se o seu compromisso é desculpa para preguiça, então você provavelmente não irá evoluir enquanto fotógrafo. E está tudo bem com isso. Existem milhares de fotógrafos ruins por aí de qualquer maneira. Se você não é o tipo de fotógrafo que está sempre em busca de melhorar a si mesmo, então você irá falhar e isso significa menos concorrência para nós.

Isto me lembra uma lição que aprendi bem cedo em minha carreira. Me refiro a “Existe um ÓTIMO lugar para posicionar sua câmera”. Soa como se fosse mentira, mas eu aprendi com a experiência. Um milímetro acima, abaixo, a esquerda, a direita, para frente, para trás fará a diferença. Às vezes será uma diferença sutil e em outras será enorme. De qualquer forma, haverá uma diferença e é seu trabalho decidir onde EXATAMENTE irá posicionar sua câmera. Um desafio interessante: olhe acima de seu computador e escolha uma área na parede mais distante que possivelmente renderia uma boa fotografia. Em sua mente, faça um corte nessa composição. Agora mova sua cabeça um centímetro para o lado. Você verá que a composição mudou um pouco. Aquela lâmpada cruza a parede um pouquinho diferente, não? A xícara de café está na mesma direção que o pote de açúcar, e antes não estava. Um pequeno movimento faz uma grande diferença. Use essa diferença para melhorar seu olho fotográfico para assim melhorar suas fotos. Bem… Eu poderia cobrar por esse parágrafo. Para mim, esse conceito é um dos raros momentos de epifania que faz toda diferença durante o percurso. Espero que para você também.

Se tempo é mais importante que qualidade ótica, então pode ser uma solução mais rápida ajustar um pouco a composição para evitar uma luz horrível. Não irá lhe dar a MELHOR possibilidade de foto, mas no mundo da fotografia comercial às vezes o mais rápido triunfa.

Algumas vezes, você move o sujeito um pouco e o tira da luz “ruim” ou da escuridão, ou “não tão ruim” luz. Nesse caso, eu utilizei a opção #06 e misturei minha luz com a luz de fundo. Acredito que a luz vindo da janela, a direita do quadro, ajuda a luz parecer natural.
Haverá momentos em que você não poderá apenas desligar a luz ou bloquear áreas o suficiente para fazer com que a coisa fique melhor. Em caso como esse, lide apenas com o compromisso. Não estou super feliz com a iluminação aqui, mas, acima de tudo, a fotografia funciona.

Opção para iluminação para Retrato Corporativo #03 – Ilumine todo o lugar

Houve um tempo em minha carreira que iluminar o sujeito e todo ambiente poderia ser a óbvia solução para o problema. Isso foi antes dos dias de alta qualidade, ISO alto, fotografia digital. De volta aos velhos tempos, a maioria dos fotógrafos comerciais não gostava de utilizar filmes com ASA acima de 100, e a lente mais rápida da Hasselblad era uma F4. Colocar os dois fatores juntos ainda não era o suficiente para iluminar sem que a houvesse movimento tanto das pessoas quanto da câmera. A solução era iluminar tudo com flash e deixar que isso contivesse o problema de movimento e também de temperatura de cor. Existem três razões que mostram que essa não é mais a melhor solução.

  1. Quando um fotógrafo ilumina um ambiente, dificilmente parecerá natural, da maneira como é originalmente. O motivo é que o fotógrafo tentará manter suas luzes fora da fotografia enquanto. Na realidade, existirão diversas fontes de luz naturalmente na fotografia. Quem quer ver tripés e sombrinhas aparecendo na imagem? Para parecer natural, se houver alguma lâmpada na imagem, esta provavelmente terá de ser iluminada. Flash irá usualmente iluminar demais a lâmpada e fará com que isso pareça falsamente iluminado. E se a lâmpada que estiver na sua composição estiver iluminada, irá afetar (luz) os outros elementos na foto também. Você verá que isso vai culminar em diferença de claridade e cor. É difícil duplicar esse efeito quando se utiliza flash para superar a luz ambiente.
  2. Para iluminar áreas amplas, você precisa de um bocado de equipamentos de iluminação e isso tende a ser bastante caro para comprar e manter. Quanto maior for o ambiente, de mais equipamentos você irá precisar e também mais dinheiro será preciso para comprar tudo. Eu prefiro comprar outros brinquedos com esse dinheiro.
  3. Outro motivo para se evitar a iluminar o ambiente todo é que leva um bom tempo para isso. E você sabe o que dizem sobre tempo. Tempo é dinheiro, e dinheiro é o que alguns clientes utilizam como fator na hora de contratar alguém para um trabalho específico. Se você é mais caro que o cara ao lado porque gasta mais tempo produzindo o mesmo produto, então talvez você tem uma grande chance de perder alguns trabalhos em razão de seu valor alto.
Às vezes iluminar todo o o fundo é a única maneira de deixar o ambiente dramático.
Veja quantas luzes tem ao fundo. É bem difícil iluminar o fundo inteiro e ainda manter um senso de naturalidade. É mais fácil apenas iluminar o sujeito e diminuir o tempo do obturador.
Autor: Professional Photography 101

Tradução: Goldemberg Fonseca

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s