Retrato Corporativo: como fazer (03/03)

Opção para iluminação para Retrato Corporativo #04 – Ilumine a pessoa e deixe o fundo como é

Uma opção que vários fotógrafos utilizam é colocar um pouco de luz no sujeito para se destacar no ambiente e ajustar a velocidade de obturador para que o ambiente fique o mais natural possível. “O mais natural possível” é a palavra chave aqui e o porquê de não ser a melhor opção possível. Quando você acrescenta a luz necessária para destacar na luz ambiente, você verá que o que fundo parecerá um pouco mais escuro do que naturalmente é. Mesmo que às vezes seja um efeito bacana, não é o que você quer para que sua cena pareça realmente “natural”. Na realidade, a claridade do fundo é praticamente a mesma do sujeito. A não ser que o fundo esteja bem longe ou é algo como uma janela, que será visto naturalmente como algo mais claro.

Opção para iluminação para Retrato Corporativo #05 – Desconecte as luzes que incidem direto no sujeito

Uma das técnicas que uso sempre é simplesmente desconectar ou desligar as luzes que incidem diretamente no sujeito. Isso funciona bem se as luzes estiverem ligadas a uma chave de controle, mas se não estiverem isso levará um tempo para o ajuste e o cliente não irá gostar nada disso enquanto o assistente faz o que for necessários. Às vezes dou sorte em poder desligar as luzes que não irei utilizar. Mas na maioria das vezes, as luzes que preciso desligar estão ligadas na mesma chave que todas as outras. E tem vezes em que as luzes nem mesmo estão ligados a uma chave. Em ambientes corporativos, muitas luzes estão sempre num mesmo compartimento de segurança e às vezes o desligamento nem mesmo é uma opção.

Se eu não puder achar a chave das luzes que quero desligar, primeiramente preciso encontrar uma escada em algum lugar, e isso é realmente um problemão. Isso se as luzes forem de fácil alcance. Senão, temos que abrir o compartimento das luzes e gira-las e também torcer para não sermos eletrocutados. E depois de toda sessão, ainda temos que reconectar todas as luzes novamente. Sem contar quando não consigo sequer alcançar as luzes, pois estão muitos metros acima. Toda essa bagunça é traduzida em atraso e depois perda de dinheiro. Tecnicamente, a solução será boa se eu puder fazer acontecer, mas deve haver um jeito m melhor.

As próximas imagens são exemplos de um “Antes&Depois” utilizando a opção de luz #06.

#Acima exemplos com a luz acima bloqueada por duas grandes abas flexíveis. A seguir, com a adição de uma luz.
#Nesta foto, eu não precisei bloquear as luzes com as abas. Simplesmente desliguei as que incidiam no sujeito. Então, para tornar interessante, eu movi a câmera durante a captura para adicionar um pouco de efeito de movimento. Quando o flash disparar, congela o sujeito. Eu apenas movi a câmera quando o flash disparou. A velocidade de obturador estava em torno de 1/8s.
#Este feliz e elegante homem a esquerda é meu cliente, Mike. Ele está servindo de exemplo para a verdadeira modelo à direita. Nesse ponto da sessão, eu bloqueei a luz que está acima, mas a luz lateral ainda aparece. Eu poderia muito bem bloquear a luz lateral utilizando parte das abas flexíveis. Para mim, acredito que essa luz lateral adiciona um senso a mais de realidade. Especialmente se a modelo tiver cabelo.
#Este é um exemplo de como o fundo parece quando eu ajusto a exposição ambiente e o balanço do branco. Veja como o ajuste de obturador para a luz ambiente afeta a sensação da foto? Um parece escuro e sujo enquanto o outro parece claro e alegre! Você consegue imaginar como seria difícil alcançar tal resultado em apenas desligando as luzes?

Opção para iluminação para Retrato Corporativo #05 – A melhor solução – Abas e Fundir

Depois de levar em conta todos os prós e contras das soluções acima, me veio o que considero a solução ideal. Claro, não é a solução perfeita. Existem algumas desvantagens. E embora eu aja como se tivesse sido eu quem inventou tal solução, estou certo de que pessoas lá fora irão rir de mim por estarem utilizando a mesma técnica há muito tempo. Do que costumo dizer, a indústria de filme utiliza essa mesma técnica, mas eu nunca ouvi fotógrafos falando sobre isso. Eu presumo que se isso é novo para mim, então será para você também. Essa técnica consiste em bloquear a luz que está acima do sujeito utilizando abas grandes e ajustar sua própria qualidade de luz para lhe proporcionar um retrato bem iluminado e um fundo/ambiente natural.

Eu encontrei dois grupos de equipamentos para me ajudar a bloquear a luz que está acima do sujeito. Utilizo ambos “road rags” e abas flexíveis 4×4. Esses produtos podem ser comprados em locais como Calumet e B&H.

#Na imagem à esquerda está uma “roadrag” (61cm x 88,9cm). Possuem diferentes tamanhos, mas essa funciona bem para mim. Geralmente eu utilizo duas dessas como aparece na segunda imagem. Essese acessórios são desmontáveis e cabe dentro de uma sacola que é facilmente transportável. E perceba que também estou utilizando um tripé leve para suportar a aba. Com os as outras abas flexíveis mostradas abaixo, você precisará de tripés mais pesados. Essas “roadrags” funcionam bem enquanto eu não precisar fotografar um grupo de pessoas.
#Essas abas são chamadas de “floppies” e medem 122 cm x 122 cm. Esse é um outro tipo de material costurado ao final de cada “aba” e com velcro em vários pontos para firmá-las em caso de você não quiser utilizar o recurso inteiramente. O lado destacável lateral serve para bloquear a luz lateral que possa estar causando problemas. Ao fazer o pedido do produto, você terá a opção de escolher em qual extremo o material é fixado. Eu escolhi que o suporte fosse ao final para que eu pudesse ter duas abas como eu utilizei as “roadrags”. Independente da possibilidade, eu prefiro pegar as “floppies” e utilizá-las. Elas bloqueiam mais luz, são mais pesadas e precisa de tripés mais pesados para suportá-las.

A solução “road rag” é mais prática por ser mais leve e de fácil transporte, mas oferece menos cobertura do que a solução 4×4. Cada “road rags” é do tamanho 45.7cm x 91cm enquanto os “floppies” é 122cm x 122cm. O tamanho menor dos “road rags” faz com que você tenha que deixá-lo mais próximo ao sujeito para ter o mesmo efeito dos “floppies”. Realmente é uma desvantagem, mas o possibilidade de transporte talvez supere a vantagem de algo maior. O transporte de abas de 122cm é realmente um grande problema. Eu descobri uma maneira mais fácil de transportar essas abas largas, mas às vezes o tamanho e peso fazem com que as maiores sejam muito difícil de transportar. Além do enorme tamanho das abas, você também precisará de tripés mais pesados e mais firmes para suportar o peso. Isso dá mais trabalho para o transporte, e atrasa um pouco mais a sessão. Se o fator é tempo e eu sei que não irei fotografar várias pessoas, então às vezes eu opto por levar a solução da aba menor. Porém se eu souber que qualidade e controle são mais importantes, então eu vou de abas de 122cm. Na maioria das vezes eu levo duas abas grandes.

Utilizar esse sistema de abas para bloquear a luz que incide no sujeito, mas é apenas parte da solução. Para fazer com que o sujeito fique bem é preciso adicionar luz.

A cor da luz que você coloca deve se equiparar com a do fundo. Para isso, você tem que saber qual é cor da luz que está ao fundo e qual filtro utilizar para deixar os dois pontos iguais. Eu utilizo um colorímetro (color meter) para descobrir qual a cor da luz de fundo e então coloco um filtro para igualar. Algumas vezes haverá diferentes fontes de luz ao fundo. Nesse caso, você terá de experimentar até encontrar a melhor solução. Mas fica uma dica: de minha experiência, digo para usar o tela de seu computador para tomar essas decisões. A tela da câmera não é tão precisa para tomar decisões quando se trata de temperatura de cor e contraste.

Se você não tiver um medidor de cor (colorítmetro), não se preocupe tanto. Com um pouco de experiência, você será capaz de saber qual filtro adicionar para ser compatível com a luz. A fotografia digital lhe permite fazer fotos de teste. Ao testar o que filtros que possue, sugiro que faça o balanço do branco para o flash e assim descubra qual é a cor que resulta ao fundo. Fotografe e ajuste. Em algumas vezes, é bem legal ter uma cor diferente ao fundo e em outras não. Outra coisa que é preciso manter em mente é utilizar a cor como uma ferramenta. Você que se pareça real? Caso queira, deixe a luz compatível. Se não, ajuste até conseguir algo que ache interessante. Novamente sugiro que utilize a tela de seu computador para essas ações. Já me decepcionei por ter surpresas desagradáveis ao confinar no que via no monitor de trás da câmera.

Ajustar a exposição para tornar compatível a luz de fundo com a sua é uma simples questão de ajustar a potência do flash e/ou ajustar a velocidade de obturador para manipular a exposição do ambiente. Se precisar de um pouco mais de profundidade de campo, aumente a potência do flash e também a velocidade de obturador. Fotografe e ajuste.

Apenas uma nota aqui: o que fez dessas técnicas realmente eficazes foi a recente evolução da qualidade da sensibilidade de ISO nas câmeras digitais. A última geração de câmeras realmente melhorou a qualidade em ISO altos. Sinto confiança em fotografar com o ISO em 1600. Com as gerações anteriores de digitais ou filme, eu nunca sonharia em utilizar ISO 1600. Se fizesse, a grão faria com que a imagem ficasse comercialmente inviável, enquanto as imagens das câmeras de hoje estão bem melhor do que as de antigamente mesmo em ISO mais altos.

Então, aí está. Essa é uma boa técnica para melhorar seus Retratos Corporativos. Tanto fotógrafos de casamento quanto fotógrafos comerciais podem utilizar essa mesma técnica para melhorar suas fotografias. Espero que te ajude a gostar dessa ótima profissão (ou hobby) que é fotografia.

Outras partes:

Retrato Corporativo: como fazer (01/03)

Retrato Corporativo: como fazer (02/03)

Autor: Professional Photography 101
Tradução: Goldemberg Fonseca
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s