Lembranças fotográficas perdidas

Autorretrato que fiz em NY no ano passado e que ainda não possuo uma cópia em papel.

Tenho dúvida sobre qual o sentido ou sentimento que pessoas, nessa era digital, tem com suas fotos. Ou melhor, para suas imagens em pixel. É certo que querem guardar os momentos pelos quais passam, com enxurradas de imagens digitais para distribuir e mostrar aos amigos, conhecidos e curiosos. Mas será que realmente querem manter essas toneladas de pixel (se é que isso pode ser dito) para o sempre? Para a posteridade? Ou querem apenas que seja eterno enquanto dure? Eu mesmo, fotógrafo, não sei dizer qual é o meu sentimento frente a essa questão. Afinal, eu também faço parte desse tempo de pixel efêmero.

Tenho me indagado sobre esse assunto com certa irrelevância há um bom bocado de tempo, mas nada que modificasse o meu comportamento. Porém após ler a matéria escrita por Tom Simonite e Michael Le Page “O fim do conhecimento”, que está na edição de Maio da revista Info Exame, meu questionamento tomou um tamanho gigantesco a ponto de escrever esse artigo. O texto da revista levanta a questão de que todo conhecimento criado pela humanidade está sendo armazenado em mídias com prazo curto de validade, como cartões de memória flash ou CD-R, e com isso corremos o risco de ficarmos sem esses dados por sua pouca durabilidade ou, quem sabe, por ficarmos sem energia para termos acesso a tudo isso. E o que isso tem a ver com fotografia? Simples. Tudo. Levante a mão aqui quem sempre manda revelar ou imprimem suas fotos após uma data importante como, por exemplo, o aniversário de um ano de seu filho. Como imaginei. Pouquíssimos. Talvez, apenas, quem é profissional. Aqueles da época de filme que mantiveram esse comportamento certamente terão como manter essas lembranças por muito mais tempo. Cito também aquelas pessoas que ao imprimirem/revelarem suas fotos nessa época digital, ou contratarem serviços fotográficos e ao final pedem um fotolivro ou ábum de fotografia, terão chances maiores de ter tais lembranças guardadas em algum canto.

Dito isso, fico imaginando de que adianta você passar um fim de semana inteiro num encontro de sua família, encher cartões de 2gb com registros dos momentos felizes desses dias, passar tudo para o computador, colocar em alguma rede social da qual faz parte para compartilhar com amigos e desconhecidos, e depois ocorrer de seu computador dar um “bug” completo e perdermos tudo isso? Ficaremos desolados e sem imagens/fotos e lembranças. Condenaremos a tudo e a todos, mas isso não trará nossos registros de volta. Sem contar também que dificilmente fazemos uma cópia extra dessas fotos em algum cd, ou seja, o risco de ficarmos sem nenhuma imagem para recordar é enorme, pois esses tipos de discos costumam também sumir ou estragar de vez em quando. Tenho amigos que depois de perderem todos os registros que tinha no computador passou a deixar as fotos tanto no cartão quanto no próprio PC. Mas se o intuito aqui é salvar suas lembranças, porque, então, não imprimir algumas e salvar apenas as melhores num HD externo? Diferentemente da época do filme 35mm, nós não temos um negativo, algo físico de nossas fotos para possíveis novas cópias. Ok. Há sempre existiu o risco de esses negativos também, afinal nada dura para sempre. Porém, provavelmente, essas fitas escuras ficavam guardadas em locais seguros, com contato apenas ou quando saía da loja de revelação ou quando fazíamos novas cópias, e depois ficavam seguramente esquecidos em alguma gaveta longe de umidade e calor excessivo.

Agora, imagine, se você paga caro por uma sessão de fotos, ou por uma cobertura fotográfica de seu casamento ou aniversário, e aí você perde o único cd a que tinha direito, já que queria fotos apenas em disco, onde estavam suas fotos. Choro na certa tanto porque perdeu tais lembranças e também porque terá de pagar o caro valor equivalente a uma nova contratação do mesmo serviço para conseguir fotos que já foram feitas. Pense sobre isso. Não é tão caro revelar uma foto e talvez não mais que R$ 0,30 por foto no tamanho 10cmx15cm.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s